diário de escrita #08 – o segundo rascunho está completo!

Com quase 127 mil palavras, o segundo rascunho de Queen of Hearts está terminado!

Sim, passei longe da minha estimativa de 140 ou 150 mil palavras, graças a deus. A segunda metade da história acabou sendo bem mais rápida do que a primeira, com muito mais ação e muito menos descrição, o que ajudou a retirar essas 13/23 mil palavras do meu planejamento. Também a escrevi bem mais rápido: a primeira, com 74 mil palavras, escrevi de janeiro a abril, mas a segunda, com cerca de 50 mil palavras, escrevi de maio à, bem, ontem de noite. Ou seja, mais ou menos em um mês e meio.

A história está longe de pronta, porém. Tem muita coisa que preciso consertar antes de sequer pensar em postá-la em algum lugar. Uma coisa que percebi nessa reescrita é que mesmo sabendo o que deveria acontecer, mesmo tendo certeza de que cenas eu precisava para desenvolver um personagem ou um relacionamento, ainda assim foi muito difícil colocá-las na história. E olha que eu tinha o planejamento de todos os capítulos! Mas na hora de escrever ou eu percebia que a cena já estava fazendo muita coisa, ou que não fazia sentido para os personagens agirem daquela forma ou ainda eu simplesmente esquecia de adicionar uma fala ou um acontecimento. Pode parecer bizarro esquecer dessas coisas, mas prefiro nem falar quantas vezes isso aconteceu.

Also, lembra da metáfora do malabarismo? Pois é, ela ainda se encaixa. Dessa vez eu consegui escrever o plot certinho, consegui colocar no papel a personalidade da maioria dos personagens e apesar de ainda precisar ajustar MUITO a escrita, ela não está tão ruim quanto no primeiro rascunho, mas…. bem, deixei muitas bolas cair também. Algumas plotlines nunca vão à lugar nenhum, o arco de quase todos os personagens está mal-feito e alguns personagens secundários precisam de muito aprofundamento (um em especial precisa parar de ser o turista que aparece nas horas mais convenientes, por exemplo) e preciso inserir várias coisas no primeiro ato para que elas não pareçam que vieram do nada no terceiro. Esse rascunho não é o rascunho quase-perfeito que pensei que ele seria.

Vai ser um tanto difícil consertar essas coisas porque eu sinceramente não quero adicionar mais cenas. Não quero mesmo que o número de palavras da história suba – muito pelo contrário, quero que ele diminua o máximo possível. Mas não vou me preocupar com isso agora – vou ter minhas férias de escrita (para jogar Assassin’s Creed Syndicate, claro), vou provavelmente planejar meu próximo projeto, merpirate, e só então voltarei para QH. Farei uma edição estrutural justamente para acabar com os problemas e outra focada apenas na escrita e na voz dos personagens.

Acho que  sim acabarei essa história, quase dois anos depois do NaNo que usei para seu primeiro rascunho.

Bem, é isso. Até o próximo diário de escrita!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s