personagens #01 – definindo quais personagens você vai precisar

(Plus um exemplo de como desenvolvo plot e personagem ao mesmo tempo).

Minhas ideias geralmente vêm em dois modos: primeiro, a ideia de um mundo ou plot, e segundo, um personagem pronto sem mundo, plot ou o que for. Confesso que na maior parte do tempo são as do primeiro tipo que vão pra frente, enquanto as segundas ficam guardadas para serem usadas como incremento para outras, mas a do meu projeto atual veio de um prompt que era mais ou menos assim: um livro YA de fantasia com um triângulo amoroso onde os dois caras acabam descobrindo que gostam um do outro e a guria percebe que é assexual e arromântica e não quer romance com ninguém não, muito obrigado.

Veja que esse prompt não me deu mundo ou plot, só três (inícios de) personagens: o Cara A, o Cara B e a Guria. Plus, é fantasia, mas ele não especificou se é fantasia urbana ou alta-fantasia, por exemplo. Como trabalho bem melhor com ideias do tipo 1, arranjar um mundo e um plot foi a primeira coisa que tentei fazer: o mundo seria um pós-apocalíptico onde o que restou da humanidade vive em poucas cidades flutuantes desde que monstros horrendos tomaram a superfície mais de um milênio atrás; e o plot seria sobre a deusa maluca que causou todo esse apocalipse decidindo que a humanidade já teve folga demais e está na hora de acabar com o que resta dela, e qual jeito melhor de fazer isso que não corrompendo a família real e enfraquecendo o último reino humano por dentro?

Para mover além disso, eu precisava dos personagens, já que planejo plot e crio personagem mais ou menos ao mesmo tempo e geralmente não consigo desassociar os dois. Mas como exatamente eu deveria definir quais personagens eu precisaria ou como decidir a personalidade inicial deles?

Simples: deixando que o plot me diga tudo isso. Fiz um exemplo de como desenvolvo plot e personagens aqui, usando meu projeto atual como cobaia, mas não tem complicação: é só você sentar e pensar nos personagens sem os quais seria impossível contar sua história. Não estou dizendo para construí-los todos agora, mas sim para ter uma ideia. Se você ler o link que acabei de passar, vai sacar que ao fim dessa “conversa” eu tinha apenas a ideia geral de cada personagem: uma rainha temida por todos, uma princesa que definitivamente não quer casar, um guerreiro criado em uma parte mais ferrada no mundo que quer ser rei para ajudar seu povo, um príncipe com sangue élfico que quer descobrir onde sua mãe está, uma deusa que pode controlar as pessoas com a força da mente e quatro amigas da princesa, uma delas sendo uma traidora. Esses personagens estão desenvolvidos? Óbvio que não. São protótipos, por assim dizer, mas ao ter essa conversa comigo mesma sobre plot e personagem eu já sei mais ou menos do que preciso. Está na hora, portanto, de estabelecer um pouco mais suas personalidades, e eu faço isso através dos núcleos de personagens estabelecidos.

No meu projeto, há alguns núcleos:

  • O do Cara A (Guerreiro), Cara B (Príncipe) e da Guria (Princesa).
  • O da Princesa e suas quatro amigas.
  • O da Princesa e da Rainha.
  • O da Princesa, do Príncipe, do Guerreiro e da Deusa, a vilã da história.

(Deu pra perceber que a Princesa é a protagonista, né? lol).

Esses núcleos apresentam personagens que estão interagindo constantemente, logo eu preciso pensar num modo de fazer com que eles interajam de um jeito que seja interessante. Acredito que eu já tenha mencionado isso antes, mas uma “técnica” minha é nunca colocar personagens muito parecidos para interagirem muito. Por quê? Bem, se você colocar dois personagens tímidos juntos o tempo todo ou dois raivosos ou, sei lá, dois sérios, a conversa será no mínimo curta e eles não “puxarão” os limites um do outro, por assim dizer. Os dois tímidos talvez mal conversem, os dois raivosos podem acabar apenas saindo no tapa, e os dois sérios talvez nem queiram nada com o outro.

Isso não quer dizer, claro, que relacionamentos entre personagens parecidos não funcione, ou que a história só fica boa se todo mundo for oposto, mas eu acho bom balancear as personalidades dos personagens para que suas interações sejam mais interessantes e diversas. Logo, eu sei que cada núcleo terá personagens que serão diferentes entre si.

No núcleo da Princesa, do Príncipe e do Guerreiro, por exemplo, eu pensei em fazer do Príncipe o personagem mais introvertido, o Guerreiro o mais extrovertido e a Princesa sendo o meio termo. Quando o Príncipe e o Guerreiro interagem, as diferenças entre eles fica bem clara: o Guerreiro tem um jeito melhor de lidar com as pessoas e geralmente está muito feliz em ter a atenção de todo mundo enquanto o Príncipe evita atenção a todos os custos e gosta mesmo de ficar no canto dele. Adicione a Princesa, que está de boa com atenção como o Guerreiro, mas prefere ficar no canto dela como o Príncipe, e puf, você tem três personagens que, se bem usados, podem gerar ótimas interações, além de tornarem mais fáceis a caracterização um dos outros por contraste.

Fazendo isso, você consegue a “base” de cada protótipo de personagem que você tem até agora. O Príncipe será um personagem quieto, o Guerreiro um mais animado, por assim dizer, e a Princesa será um pouco dos dois. Desse modo fica mais fácil desenvolver a personalidade de cada um, já que você já sabe um pouco dos limites de cada um (o Príncipe não vai se colocar em evidência sem um motivo excelente; o Guerreiro não vai se isolar por vontade própria; a Princesa não está confortável sendo o centro das atenções o tempo todo; e assim por diante).

A essa altura do campeonato eu tenho uma ideia de qual será o papel de cada um na história, mas nada está claro. Tendo a base de suas personalidades e um tanto de seu backstory, conseguidos através da “conversa” com o plot, porém, fica mais fácil partir para a próxima etapa: objetivos e motivações. Mas esse já é assunto para a próxima matéria.

Enfim, espero que tenha servido de ajuda e qualquer coisa é só deixar um comentário!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s